fbpx

Para o quadro complementar são 50 vagas, sendo 10 para Administração, duas para Biblioteconomia, quatro para Ciências Contábeis, duas para Comunicação Social, sete para Direito, cinco para Enfermagem, oito para Informática, três para Psicologia, três

 Os concurseiros de nível superior receberam duas novas oportunidades de ingressar no Exército por meio de seleção pública. O primeiro edital oferta 66 vagas para o curso de formação de oficiais do quadro complementar e do serviço de saúde (nas áreas de farmácia e odontologia), de 2014. Já o segundo é para admissão no estágio de instrução e adaptação do quadro de capelães militares também do ano que vem.

Para o quadro complementar são 50 vagas, sendo 10 para Administração, duas para Biblioteconomia, quatro para Ciências Contábeis, duas para Comunicação Social, sete para Direito, cinco para Enfermagem, oito para Informática, três para Psicologia, três para Veterinária, duas para Biologia, duas para História e duas para Português.

Para Farmácia são seis vagas e para Odontologia 10, nas especialidades de Cirurgia e Traumatologia e Buco-maxilo-facial, Dentística e Restauradora, Endodontia, Odontopediatria, Ortodontia, Periodontia e Prótese Dentária.

Para concorrer, os candidatos devem ter concluído ensino superior na área desejada, bem como possuir curso referente a uma das especialidades ou habilitações das áreas para as quais foram estabelecidas vagas, além de possuir no máximo 36 anos, não estar na condição de réu em ação penal, e ter, no mínimo, 1,60m de altura, se do sexo masculino, ou 1,55m de altura, se do sexo feminino.

Já para o estágio de capelão, há três oportunidades para capelão católico apostólico romano e uma para capelão evangélico, totalizando quatro chances. Para disputar, é preciso ter idade entre 30 e 40 anos e possuir, no mínimo, três anos de atividades pastorais.

Interessados em uma das duas seleções poderão se inscrever até o dia 9 de agosto, pelo site http://www.esfcex.eb.mil.br/index.php/concursos-esfcex. Os candidatos deverão preencher o requerimento de inscrição com as informações pessoais, a opção correspondente à sua área, a opção relativa ao idioma estrangeiro (língua inglesa ou espanhola), a opção quanto à guarnição de exame e a organização militar sede de exame. A taxa de participação custa R$ 110.

Segundo cronograma, haverá exame intelectual, a ser realizado no dia 22 de setembro nas cidades de Brasília, Aracaju, Belém, Belo Horizonte, Boa Vista, Campinas/SP, Campo grande, Curitiba, Florianópolis, Fortaleza, Goiânia, João Pessoa, Juiz de Fora/MG, Macapá, Maceió, Manaus, Natal, Porto Alegre, Recife, Rio branco, Rio de Janeiro, Salvador, Santa Maria/RS, São Luís, São Paulo, Taubaté/SP, Teresina, Uberlândia/MG e Vila Velha/ES.

Além de exame intelectual, serão realizadas prova de conhecimentos gerais e específicos, inspeção de saúde, exame de aptidão física, verificação documental e comprovação dos requisitos biográficos e revisão médica